quarta-feira, 10 de setembro de 2008

É TEMPO DE TENTAR DE NOVO!!!



O ser humano tem uma mania incrível de transferir suas culpas para o destino, está sempre encontrando pretextos para seus erros, fugindo do próprio reflexo no espelho que mostra, tão somente, suas verdades. Diante dos acontecimentos e problemas na vida, quantas vezes nós falamos ou ouvimos alguém dizendo: isso estava escrito nas estrelas...afinal, tudo está predestinado a ser como é. Vivemos afirmando e reafirmando: não tem jeito não...a vida me fez assim e quem quiser me amar tem que me aceitar do jeito que eu sou. É dessa forma que vamos seguindo nossos caminhos...apegados às idéias fatalistas que acabam por nos escravizar, nos paralisar nas coisas ruins...vivemos presos nos nossos desafetos.
Permitam-me contar uma história que tem ligação com esse tema e fala mais ou menos assim: em uma cidade do interior de Minas Gerais existia um mendigo que ficava na porta da igreja matriz. Ele ficava por lá, sentado no chão pedindo esmolas...tinha uma ferida muito grande na perna que o fazia sofrer já há muitos anos, mas ele era resignado, nada fazia para mudar a situação...ia simplesmente vivendo, dia após dia, com as migalhas que recebia das poucas pessoas que tinham caridade no coração. Um dia, surgiu um médico novo na cidade que ofereceu tratamento para a sua ferida. O pobre homem falou que não precisava se preocupar, pois ele não saberia viver sem aquela ferida que lhe acompanhava há tanto tempo...ela já fazia parte da sua vida e era dessa forma que ele conseguia o seu sustento.
Acho que é um pouco assim que vivemos...somos apegados às nossas “feridas”...limitados por nossos medos, fragilizados pelos nossos afetos desordenados, sentimentos que nos condenam a ficar parados em nossos defeitos, nossos erros...paralisados nas nossas amarguras, fato que nos impede o avanço, a superação.
Temos que mudar essa história!! Precisamos nos conscientizar, como dizia nosso saudoso Pe. Léo, de que a única coisa que está realmente escrita para cada um de nós permanece muito bem guardada no coração de Deus: somos predestinados ao céu...somos predestinados à felicidade!!! Mas para isso acontecer...para que eu possa encontrar a felicidade, é preciso “tentar de novo”. Vamos lembrar uma passagem da vida de Jesus, em Lucas 5, que diz assim:

"E aconteceu que, apertando-O a multidão, para ouvir a palavra de Deus, estava Ele junto ao lago de Genesaré, viu estar dois barcos junto à praia do lago e os pescadores, havendo descido deles, estavam lavando as redes. E, entrando num dos barcos, que era o de Simão, pediu-lhe que o afastasse um pouco da terra; assentando-se, ensinava do barco a multidão. Quando acabou de falar, disse a Simão: Faze-te ao mar alto, e lançai as vossas redes para pescar. Respondendo Simão, disse-lhe: Mestre, havendo trabalhado toda a noite, nada apanhamos; mas, sobre a Tua palavra, lançarei a rede.E, fazendo assim, colheram uma grande quantidade de peixes que rompia-se-lhes a rede".

Como Simão, nós também somos chamados a, novamente, lançar nossas redes. “Tentamos antes, não deu!” Jogamos nossas redes e elas voltaram vazias do bem...não conseguimos entender o propósito de tantas amarguras, das frustrações e decepções que se fizeram presentes no decorrer da vida. Ficamos feridos, machucados pelo egoísmo, pelo individualismo do ser humano...paramos, nossa alma se entristeceu...
“Mas tentaremos de novo!” Afinal é o próprio Jesus, com sua autoridade irresistível, que nos impele a lançar as redes...confiar e aceitar o desafio de renovar os sentimentos, de perceber que somos predestinados à felicidade e à alegria.
Na verdade, o que temos a entender é que o processo do milagre é uma via de mão dupla: "o que depende de Deus Ele faz e o que depende do homem Ele espera". Simão teve que lançar novamente as redes...os serventes das bodas de Caná tiveram que levar as talhas até Jesus para a água ser transformada em vinho. Assim nós também temos que fazer, com toda a fé e confiança nas promessas de Deus: lançar outra vez as nossas redes...levar mais uma vez as nossas talhas até Jesus e dizer de todo o coração: Senhor, hoje é o meu tempo de tentar de novo!! Vem em meu auxílio!!!

Este texto foi inspirado no Exercício Espiritual “Tentar de novo”- Comunidade CEFAS, Londrina-PR, agosto de 2008.

3 comentários:

Felipe disse...

Querida amiga Regina.

Fico muito feliz com esta sua iniciativa. Tenho certeza que estes textos vão fazer bem ao coração de muitas pessoas , assim como fez bem ao meu. Um grande beijo.
Leila

Deise disse...

Querida Fátima,

Ontem, 10/09/2008, na minha oração pessoal o Senhor me deu a mesma passagem, que hj, 11/09, li no seu texto, assim vejo a confirmação do Senhor para mim e meu esposo de que não é para desanimarmos, mas para laçarmos as redes novamente, tentar de novo, dentro dos planos do Senhor para nossas vidas. Portanto, vejo que o seu texto foi ungido, cheio do Espírito Santo, confirmando aquilo que o Senhor quer me falar. Encheu meu coração de uma nova esperança.
Na certeza de que estamos unidas pelo mesmo Espírito, que é o Santo, te desejo a paz do Senhor.
Um grande abraço,

Deise

Anônimo disse...

Olá Fátima,
Gostei muito de seus textos, são bastantes reflexivos!!! vou te visitar sempre viu!!!! parabéns, pois é importante ter pessoas como voçê, que nos fazem parar e pensar um pouco mais na vida.
beijão
Adriana